Incentivo oculto

Sesc Belenzinho – São Paulo
10/04/2011

Domingão, tempo ruim, muita chuva e nada pra fazer. Decidido, fui nadar. Não estava tão decidido assim, mas fui, afinal, o benefício que traz ao meu corpo é muito grande. Pois bem.. estava lá, cansadão, duas noites mal dormidas e o reflexo é evidente. O desempenho cai, a musculatura reclama e o fígado já tava reclamando por ter de expulsar o álcool da noite anterior. 🙂

Piso térreo e teto da piscina

Piso térreo e teto da piscina

Tinha planejado fazer ao menos 1000 metros, mas como não estava aguentando muito, ao chegar aos 500 já estava pensando em parar. De repente, ao mudar o estilo de nadar, observo um garoto lá no teto. Calma, não era um filme de terror com crianças possuídas. No Sesc Belenzinho o piso térreo ganhou vidros e estruturas especiais para poder ficar sobre a piscina e proporcionar visão da mesma. Além da visão, atração.

Como dizia, avistei o tal garoto. A cada virada ele engatinhava e me acompanhava, eu nadando e ele engatinhando no teto. No começo, irritou um pouco, minha pouca paciência estava molhada e cansado. Mas o garoto tanto insistiu e acompanhou cada virada que acabei achando graça. Quando dei por mim, já havia feito os 1000m e o garoto rindo. =)

Ganhei o dia, voltei mais leve e feliz pra casa. Nessas e outras que vou aprendendo que, para ser feliz, basta estar atento. Sempre há alguém acenando pra você e dizendo, vai lá, anime-se! Pena que, na maioria das vezes, acabamos não percebendo isso.